Associação Espírita

"Jeronymo Ribeiro"

.

Home    Mensagens

Caridade, Doce Irmã

_ Por que choras, meu anjinho,

Esfarrapado e sozinho,

Vagando de déu em déu?

 

_Choro de dor e saudade,

Pois sou filho da orfandade...

Minha mãe foi para o céu.

 

-Que tens?

 

_ Sinto frio e fome,

A angústia que me consome

Parece nunca ter fim...

A Ventura me escorraça,

O Orgulho olha-me e passa

Sem compaixão para mim!

 

Minha mãe já não existe

E, desde o momento triste

Em que o Senhor ma levou,

Não tenho a mão de um amigo,

Pequeno e pobre mendigo

Eis agora o que hoje sou.

 

_ Vem comigo!

_ Oh! Quem me dera!...

_ Vem! Terás a primavera

De doce e eterna manhã!...

- Teu nome? Sonho ou verdade?

_ Eu me chamo Caridade.

-  Quem és tu?

-  Sou tua irmã.

 

 

João de Deus/Chico Xavier
Do livro: Antologia da Criança

© Associação Espírita Jeronymo Ribeiro. Todos os direitos reservados.